Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma porta aberta

por wcyl, em 06.04.15

banksy gaza.jpeg

Rabea Darduna, um Palestiniano do norte de Gaza, lamentava-se ao mundo por ter vendido a porta de ferro da sua bombardeada casa por 175 USD a um artista local.

 

O lamento surgiu quando percebeu, tarde de mais, que não tinha vendido uma porta ferro grafitada mas sim uma obra de arte pintada dias antes por Banksy. 

 

Não querendo fazer juízos de valor sobre a situação do pobre homem, que lamento, a reflexão tem muito a ver com o valor que damos às coisas e as circuntâncias em que o fazemos. A porta naquele local e para aquele homem, naquela circunstância, não valia nada e jamais valeria alguma coisa com a casa desfeita. Se a abrisse e nela entrasse não entraria noutra dimensão nem melhoraria a sua situação.

 

175 USD é pouco perante o que uma obra de arte de Banksy pode valer, mas também é muito perante o que uma porta no meio do nada pode valer. É assim a arte, como disse Picasso, a mentira que nos permite conhecer a verdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D