Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Zé, tu és a lenda!

por wcyl, em 27.03.13

Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram. Disse um companheiro meu do rancho folclórico, o Voltaire, há uns anos atrás durante um ensaio na Casa do Povo ao pisar a Rosita.

 

Ao ver na RTP o espetáculo de folclore que o nosso ex-primeiro coiso trouxe de Paris achei oportuno acrescentar algo. Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram e os homens mesmo grandes, os geniais, o Zé, nunca erram. Complicado é apenas encontrar as pessoas que avalizem isso. Mas como dizia o par da Rosita, quando bebia um copito a mais; quando a lenda é mais interessante que a realidade, imprima-se a lenda.

 

Agora a sério. Ontem o Doutor Relvas ao sair de uma coisa qualquer e ao ver um microfone regurgitou, (está gravado e podem confirmar), passo a citar. “Eu quis aqui estar hoje porque, num tempo em que somos confrontados diariamente com a gestão da incerteza e a gestão das incógnitas, é importante que aqueles que tem responsabilidades públicas sejam capazes em cada uma das áreas de ter respostas concretas para o que é concreto e respostas objetivas para o que é específico.” Basicamente foi o que Zé esteve hoje a dizer. Nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D